jun 08

TRATAMENTO DA CALVÍCIE COM LASER TERAPÊUTICO – VOCÊ CONHECE ESTE RECURSO?

Fonte: blogtricologiamedica

Se você acompanha nosso blog porque é profissional da área ou mesmo porque tem algum problema capilar, é bem provável que já tenha feito suas pesquisas no Google sobre possibilidades de tratamentos. Eu mesma conheci o blog Tricologia Médica quando buscava respostas para minhas dúvidas. Antes de qualquer coisa, se você tem alguma alteração no seu couro cabeludo ou na quantidade e/ou característica dos seus cabelos, procure um médico dermatologista preferencialmente com aperfeiçoamento específico em saúde e doenças dos cabelos e couro cabeludo para que o seu diagnóstico seja definido e o tratamento iniciado.

São diversas as possibilidades de tratamentos disponíveis para os problemas capilares. Se o problema for na qualidade das fibras e a etiologia for relacionada a danos causados por procedimentos estéticos (tintura, descoloração, alisamento, permanente) ou mesmo pela manipulação diária (lavagem, xampus excessivamente desengordurantes, condicionamento inadequado, escovação, tração com elásticos, presilhas, etc…), o tratamento consiste na utilização de produtos cosméticos aplicados diretamente sobre os fios. Os nomes dos tratamentos são os mais variados – cauterização, queratinização, reconstrução, nanoreconstrução, hidratação, etc. A escolha de um bom xampu e condicionador e uma enorme pitada de paciência ao escovar os cabelos auxiliam e muito na melhora do quadro e na prevenção de novos danos.

Se o problema for relativo ao couro cabeludo, como por exemplo a dermatite seborreica e a psoríase, ou mesmo outras patologias que tem impacto tanto na saúde do couro quanto nas características dos cabelos formados, como a alopecia androgenética, o eflúvio e a alopecia areata, os tratamentos indicados são outros. Dentre os recursos terapêuticos, encontram-se os medicamentos, que podem ser administrados pelo próprio paciente, todos os dias em casa, pelas vias oral (ingestão) e tópica (aplicação sobre a pele). O tratamento medicamentoso deve ser específico para cada paciente, o que quer dizer que você não deve utilizar o mesmo que o seu vizinho ou parente, pois o que é ideal para a condição dele pode ser inadequado para tratar o seu problema.

Outras estratégias de tratamento dependem de equipamentos específicos, de uso exclusivo profissional. Profissional este que deve ser habilitado para desempenhar a técnica e possuir conhecimentos sobre a patologia que pretende tratar. Dentre estes tratamentos pode-se citar a mesoterapia (administração através de injeções de uma mistura de ativos acompanhados de anestésico), a carboxiterapia (insuflação de dióxido de carbono medicinal no couro cabeludo), o microagulhamento (aplicação de um aparato composto por um rolo contendo microagulhas que favorece a penetração de ativos aplicados sobre o local e por si só induz a produção de fatores de crescimento que estimulam o crescimento capilar), o plasma rico em plaquetas (técnica que utiliza uma porção do sangue do próprio paciente a ser aplicada no couro cabeludo e estimula o crescimento capilar, especialmente por conter grandes concentrações de fatores de crescimento) e o laser terapêutico, sobre o qual abordarei alguns aspectos importantes na sequência.

O laser terapêutico, também conhecido como laser de baixa potência, soft laser, cold laser ou low-level laser therapy é considerado um recurso complementar aos medicamentos para o tratamento de quedas capilares. Diferente dos lasers de alta potência que são capazes de cortar ou queimar, o laser terapêutico usado na terapia capilar não gera calor ou desconforto quando é aplicado. A terapia com laser terapêutico consiste na exposição do couro cabeludo à energia luminosa capaz de alterar biomoléculas através de reações fotoquímicas. Sendo assim, seu mecanismo de ação é considerado um processo de fotoestimulação ou fotobiomodulação. O que isso quer dizer? Quer dizer que uma vez que a energia emitida pelo equipamento na forma de luz é absorvida pelo tecido, todo o metabolismo local é favorecido. Fisiologicamente, o mecanismo de ação do laser de baixa potência pode ser de difícil explicação em termos mais simples. Mas se é curiosidade do leitor, lá vai. Alguns dos efeitos gerados no local da aplicação são aumento de atividade enzimática, transporte de elétrons, produção de adenosina trifosfato (ATP – a moeda energética do organismo), diminuição das espécies reativas de oxigênio (radicais livres) e indução de fatores de transcrição que desencadeiam uma cascata de eventos celulares que levam à síntese de proteínas. Estas proteínas são responsáveis pelo aumento da proliferação e migração celular, aumento na produção de fatores de crescimento e diminuição de mediadores inflamatórios, além de melhorar a oxigenação tecidual.

Na prática, algumas das aplicações do laser terapêutico incluem regeneração tecidual (pode ser usado no tratamento de queimaduras, úlceras, acne, processos cicatriciais), redução da inflamação, alívio da dor e estimulação do crescimento capilar. Os fios de cabelo podem se tornar mais grossos (devido a um aumento da proliferação celular em folículos em fase de crescimento) e pigmentados. Em um estudo publicado em 2009, com duração de 26 semanas de tratamento com laser, os participantes da pesquisa relataram melhora global (diminuição da queda capilar, sensação de cabelos mais grossos, melhora na saúde do couro cabeludo e no brilho no fio de cabelo).

Outro estudo publicado por Kim e colaboradores (2013) durante 24 semanas de tratamento de pacientes (tanto homens quanto mulheres) com calvície (alopecia androgenética) com o laser terapêutico mostra que a densidade capilar (número de cabelos por cm2 de couro cabeludo) aumentou 17,2 fios/cm2, enquanto os pacientes não tratados apresentaram diminuição de 2,1 fios/cm2. Além disso, os pacientes tratados apresentaram aumento na espessura dos cabelos (12,6 µm de aumento). Comprovadamente, o laser terapêutico é considerado uma excelente opção para estimular o crescimento capilar, especialmente em pacientes com alopecia androgenética. A situação ideal é que você procure um profissional que possa (e saiba) associar várias técnicas a favor da saúde dos seus cabelos.
Este tratamento está disponível na Clínica Dr Ademir Jr, em São Paulo e na Lótus Centro de Saúde, em Santa Cruz do Sul.

Referências
Kim H. et al. Dermatol Surg 2013;39:1177-1183;
Leavitt M. et al. Clin Drug Invest 2009;29(5);283-292.

tricologiamedica

Foto: blog tricologia médica

 

Link permanente para este artigo: http://eccofibras.com.br/blog/tratamento-da-calvicie-com-laser-terapeutico-voce-conhece-este-recurso/

jan 12

LASERTERAPIA MELHORA APARÊNCIA DA CICATRIZ CIRÚRGICA, DIZ ESTUDOS

Fonte: Assessoria de imprensa da USP

A laserterapia poderá ser aplicada com sucesso na melhora do aspecto das cicatrizes resultantes de incisões cirúrgicas. A técnica é normalmente utilizada em fisioterapia para combater a dor em casos de artrose, bursite e tendinite. “O laser de baixa intensidade quando aplicado em grandes cicatrizes torna-as mais finas e com aspecto estético funcional melhor”, conta o fisioterapeuta Rodrigo Leal de Paiva Carvalho.

Em seu estudo de mestrado realizado na Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), o pesquisador testou a técnica em pacientes submetidos à cirurgia de hérnia inguinal. Sob a orientação da professora Raquel Aparecida Casarotto, do curso de Fisioterapia, Carvalho teve como principal objetivo em seu estudo investigar a eficácia do laser infravermelho GaAlAs 830nm no processo de cicatrização de incisão pós-cirúrgica de hérnia inguinal.

Participaram do estudo 28 pacientes, divididos em dois grupos: o experimental, que recebeu o tratamento com laser; e o controle, que não se submeteu à terapia. O laser foi aplicado no primeiro grupo após 24 horas da cirurgia, num total de 4 aplicações, em dias alternados. Após seis meses, os grupos foram reavaliados por meio da escala de cicatriz de Vancouver (escala padrão internacional), escala visual analógica e espessura da cicatriz. Em todos os parâmetros analisados, a diferença na qualidade das cicatrizes foi surpreendente, em favor dos pacientes submetidos à laserterapia. O grupo experimental, que recebeu o tratamento com laser, apresentou melhora significativa na aparência e na qualidade da cicatriz seis meses após a incisão, em comparação ao grupo controle.

Diferença visível
“Acreditamos que esses resultados positivos podem ser explicados pelas propriedades do laser, como a influência da mobilidade e proliferação de fibroplastos, atuando na aceleração, na síntese e na manutenção da morfologia do colágeno, angiogênese e no aumento do número de células endoteliais”, avalia Carvalho.

Já o cirurgião geral Paulo Sérgio Alcântara, do Hospital Universitário (HU) da USP, que acompanhou o estudo ao lado do cirurgião plástico Fábio Kamamoto, ressalta que ficou comprovado cientificamente que o laser de baixa intensidade diminui a espessura e a profundidade da cicatriz. “Após seis meses do início do tratamento, era visível a diferença na qualidade das cicatrizes entre os dois grupos. Tanto que interrompemos o estudo, pois chegamos ao objetivo da pesquisa”.

De acordo com o fisioterapeuta e autor do estudo, havia um certo conhecimento de que o laser melhorava o aspecto das cicatrizes, mas não existia nenhum trabalho científico com humanos, no padrão que o estudo foi realizado. Todo o processo foi documentado com fotografias. Ao mesmo tempo em que melhora a qualidade da cicatriz, o tratamento a laser pode melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

A pesquisa abre campo para se estudar os efeitos do laser em cicatrizes hipertróficas e quelóides. Na opinião do cirurgião Paulo Sergio Alcântara, os excelentes resultados devem estimular os médicos a adotarem a laserterapia como uma boa opção no tratamento de cicatrizes. Mas, segundo ele, cabe ao médico decidir em que casos o laser deve ser aplicado. Ele garante que o laser é seguro e que não causa efeitos adversos ao paciente.

cicatrização-laser

Link permanente para este artigo: http://eccofibras.com.br/blog/laserterapia-melhora-aparencia-da-cicatriz-cirurgica-diz-estudos/

dez 19

TRATAMENTO LASER: AMPUTAÇÃO EM CHOPART

Tratamento durou 4 meses com acompanhamento a cada dois dias. 4J do laser vermelho por ponto, 12J do infravermelho.
Curativos com kollagenase sobre as fibroses e necroses, na região do leito da ferida foi aplicado óleo de girassol com AGE em compressa de gase, depois sobre as mesmas colocamos mais compressas de gase embebidas em soro fisiológico, para preservar a umidade do leito da ferida.
Em cada seção eu removia com bisturi o material necrótico e fibrosado, bem como as hiperqueratoses perilesionais decorrentes do processo de cicatrização.

italo

Fonte: Podólogo Ítalo Batista Ventura

Link permanente para este artigo: http://eccofibras.com.br/blog/tratamento-laser-amputacao-em-chopart/

dez 18

LASERTERAPIA NA FISIOTERAPIA DO ESPORTE

Fonte: sogab

O Laser tem sido amplamente usado no tratamento  fisioterapêutico de lesões musculoesqueléticas e desportivas. O Núcleo Flôres Dias de Reabilitação e Fisioterapia tem utilizado amplamente este recurso terapêutico na reabilitação de atletas  e pacientes em geral da comunidade.

Laser vem sendo utilizado em atleta com tendinose de tendão de Aquiles.

Efeitos terapêuticos  do Laser:

· Analgesia: Efeito muito discutido dentro da laserterapia, teorias postulam uma estimulação que liberaria beta- endorfina.
· Anti- Inflamatório : Inibe a síntese das prostaglandinas.
· Ação fibrinolítica.
· Estimulação da cicatrização (devido principalmente ao estimulo para a divisão celular).

Efeitos da radiação laser
Efeitos primários

Bioquímico:

· Modificação nas reações enzimáticas. Estimula a produção de ATP e interfere na produção das prostaglandinas (inibindo) , tendo assim um efeito similar a muitos anti-inflamatórios que inibem a formação e liberação desta substâncias.
Ação fibrinolítica.

Efeitos indiretos

· Estimula a micro circulação (apesar de ocorrer uma ligeira hiperemia local, não é considerado uma terapia que provoca uma vasodilatação propriamente dita). O fato de não provocar um grande incremento na circulação micro arterial e nem um aumento da permeabilidade das vênulas, o laser pode ser indicado em uma fase subaguda.

Estimula o trofismo celular ( Aumenta a velocidade da mitose das células locais, causando aumento da velocidade de cicatrização e melhor trofismo dos tecidos.

Indicações

· Lesões musculares
· Lesões nervosas periféricas
· Lesões articulares
· Artrite reumatóide
· Herpes Zoster
· Furunculóses
· Alopécia
· Flacides de pele , estrias , rugas de espressão
· Pós Operatório de cirurgias pláticas
· Processos cicatriciais queloideanos
· Estimulação de cicatrizarão de feridas abertas
· Alívio da dor

Embora o método de aplicação possa variar, dependendo de qual distúrbio específico esteja sendo tratado pelo operador, em geral e sempre que possível, a ponta do aplicador deve ser aplicada na área do tecido a ser tratado.

laserterapia

Link permanente para este artigo: http://eccofibras.com.br/blog/laserterapia-na-fisioterapia-do-esporte/

out 21

TRATAMENTO PARA REJUVENESCIMENTO DA PELE USA LED

Fonte: minhavida

Ele é indolor e promete não deixar marcas ou cicatrizes

As pessoas estão cada vez mais almejando uma pele jovem, bonita e viçosa. O envelhecimento cronológico aliado a maus hábitos como má alimentação, cigarro, álcool e estresse pode fazer com que flacidez, rugas e linhas de expressão fiquem evidentes antes mesmo dos 30 anos.

Por isso é importante estimular a pele, tanto com cosméticos quanto com equipamentos, para que esse processo de envelhecimento seja retardado ao máximo.

Para cumprir exatamente esta função, acaba de surgir no mercado um tratamento inovador chamado decapagem de luz ou simplesmente remodelagem facial, que consiste no uso de uma nova tecnologia, o LED.

O LED é uma forma de energia que se comporta através de comprimento de onda e de fluxo de partículas chamadas fótons. Com doses e comprimento de ondas adequados, os LEDs são terapêuticos e um benefício na reparação tecidual, principalmente quando associado a cosméticos que ajudam a reparar e regenerar os componentes celulares.

“Ele aumenta a elasticidade da pele reduzindo rugas e linhas de expressão, nutre e rejuvenesce a pele sem agredi-la, sem dor e sem risco de marcas e cicatrizes”.

A fototerapia LED promove um sistema de aplicação programada com diferentes comprimentos de ondas de luz, indicado para tratar irregularidades da pele tais como: flacidez, rugas e linhas de expressão.

O LED atua em nível celular, ativando as mitocôndrias e favorecendo a formação de colágeno e na redução da produção de colagenase, enzima que destrói o colágeno bom.

Ele aumenta a elasticidade da pele reduzindo rugas e linhas de expressão, nutre e rejuvenesce a pele sem agredi-la, sem dor e sem risco de marcas e cicatrizes.

O tratamento consiste em quatro sessões de uma hora de duração, uma vez por semana, com cosméticos associados ao LED.

Para potencializar o tratamento, o cliente leva para casa três cosméticos, um hidratante com protetor solar para o dia, um para a área olhos e outro nutritivo para ser usado à noite.

Vantagens desse tratamento
– Pode ser usado em todos os tipos de pele, mesmo as bronzeadas
– Pode-se tomar sol durante o tratamento
– Não tem efeito colateral
– Indolor

rejuvenescimento

Link permanente para este artigo: http://eccofibras.com.br/blog/ledterapia-e-rejuvenescimento/

out 14

LASERTERAPIA NA PODOLOGIA

Vamos comemorar!

Vários tratamentos agora com excelentes resultados, com a mais nova tecnologia: O LASER!

A Podologia está sempre procurando novas técnicas e equipamentos que possam ser utilizados nesta área, e a grande novidade foi à descoberta do Laser Terapêutico.

Apesar de estar sendo usado já há alguns anos na medicina, só recentemente é que ficou provado que o Laser tem grande importância quando aplicado na Cicatrização de Feridas, Unhas infeccionadas, Frieira, rachaduras no calcanhar e também tratamento para unha com Micose.

Sente alguma dor com a aplicação Do Laser?

O uso do “Laser” não é sentido pelo paciente, já que sua potência é baixa, não esquenta, não arde, não dói, não causa prurido e nem traz nenhum desconforto. Com isso, deixamos bem claro que não se trata de um laser cirúrgico, mas sim de um laser terapêutico.

O Laser na Podologia beneficia:

Diminuição da dor na hora do tratamento da unha infeccionada (Analgesia)
Antiinflamatório
Diminui o inchaço e vermelhidão
Previne inflamação e combate, pois estimula rapidamente a regeneração celular
Excelente cicatrização
Diminui os retornos para curativos
Combate fungos e bactérias

Como é o tratamento com Laser?

O tratamento é feito por aplicações (sessões) do Laser utilizando-se uma terapia que se chama Terapia Fotodinâmica. Esse tratamento é feito de forma multidisciplinar, ou seja, junto com o acompanhamento da Dermatologista ou outras especialidades médicas. O tempo de tratamento para ver o resultado final é o tempo de crescimento das unhas.

O Laser acelera o crescimento da unha no caso de micose. Só não se consegue um resultado de 100% de cura se o problema da unha já tenha se tornado crônico,neste caso pode se obter melhoras e será dado orientação e manutenção para que se mantenha o que for obtido no tratamento para que não volte a ficar novamente como era no principio quando começou o tratamento.O Laser é a ultima tecnologia para esse tipo de tratamento,se o organismo reagir,o paciente poderá sim obter a cura.O tempo de tratamento para ver o resultado final é o tempo de crescimento das unhas.

“Podóloga Fatima Martins 24 anos, sempre oferecendo o que tem de melhor para o tratamento de seus pés,o tempo faz a experiência e a experiência faz a qualidade e resultado final”podologia-ecco

Link permanente para este artigo: http://eccofibras.com.br/blog/laserterapia-podologia/

set 17

AÇÕES DO LASER DE BAIXA INTENSIDADE NO SISTEMA IMUNOLÓGICO

O sistema imune de um indivíduo pode ser definido como o seu mecanismo de defesa, tendo por objetivo manter a integridade do organismo por meio de um complexo conjunto que envolve a participação de componentes celulares, químico e proteínas solúveis cuja junção é proteger o organismo contra substâncias estranhas, incluindo agentes infecciosos e células tumorais. Entretanto, em algumas situações, pode haver uma falha no processo de reconhecimento de antígenos próprios e as respostas imunes podem ser dirigidas aos auto-antígenos, desencadeando doenças denominadas auto-imunes.
A Laserterapia vem apresentando muitos resultados no que diz respeito a estimulação do sistema imunológico e em casos de doenças auto-imunes também levando em consideração o efeito de biomodulação que a Laserterapia propícia
Já há pesquisas na utilização da Laserterapia em tratamentos de artrite reumatóide, Tireóide crônica, úlceras varicosas, lúpus, psoríase, etc.

IMUNE-LASER

Link permanente para este artigo: http://eccofibras.com.br/blog/acoes-laser-de-baixa-intensidade-sistema-imunologico/

set 10

LASERTERAPIA E FOTOTERAPIA DE BAIXA POTÊNCIA

O que é Laserterapia? Quais seus benefícios?

O laser terapêutico ou fototerapia com laser de baixa intensidade em uma série de indicações, podendo ser usado isoladamente ou como coadjuvante de outros tratamentos, sempre que se necessite efeito local (já que estimula a microcirculação.
O laser terapêutico de baixa intensidade tem sido amplamente utilizado para tratamentos alternativos e não invasivos, promovendo aceleração nos processos de cicatrização, redução da dor, edema, modulando a inflamação e também recentemente está sendo utilizado na área de estética facial e corporal.
Essa técnica tem despertado aos profissionais da saúde como médicos, dentistas, terapeutas, fisioterapeutas e profissionais da área estética recomendando cada vez mais o tratamento através da fototerapia ampliando continuamente a sua aplicabilidade devido aos resultados satisfatórios e por se tratar de uma técnica totalmente não invasiva, aplicando em diversas patologias e mais recentemente no anti envelhecimento e na estética.

A laserterapia ou fototerapia atua acelerando o processo de cicatrização no fechamento de feridas, pré e pós operatórios cirúrgicos, inflamações, atuando na estimulação e reparo de células nervosas em parestesias e nevralgias, lesões de mucosites oral, atua como drenagem linfática melhorando o edema, trata manchas faciais, lifiting facial, olheiras, hipodistrofia genóide (celulite), involução cutânea (rejuvenescimento facial), flacidez.

A luz emitida pelos equipamentos laser apresenta características específicas dos fótons que a compõem. Em contraste com os lasers de alta potência acima de 1W com efeitos de aquecimento local do tecido promovendo corte, vaporização e ablação. Os lasers de baixa intensidade operam em potências na faixa de miliwats (mw) e a irradiação emitida não é térmica, o que significa que seus efeitos biológicos não são causados por calor perceptível ou lesão celular e sim, por efeitos fotofísicos, fotoquímicos e fotomecânicos nas células dos tecidos irradiados.

O tratamento do laser é local e indolor e a duração e número de sessões vai depender de cada tratamento.

O laser atuará na cicatrização e regeneração de todos os diferentes tecidos do corpo humano, como fibras nervosas, ossos e todos os tecidos moles. Desta forma para se ter idéia do universo de aplicações da laserterapia, podemos citar alguns exemplos

LASERTERAPIA E SEUS EFEITOS NO ORGANISMO

01. Cirurgia plástica – A laserterapia ameniza e/ou previne todas as intercorrências comuns no pós-operatório relacionado às cirurgias plásticas. Dentre elas, o previsível processo inflamatório e o prematuro restabelecimento do equilíbrio das regiões agredidas.

02. Quelóide – A laserterapia acelera o processo de cicatrização. Entretanto, se o quelóide já está formado, uma outra técnica utilizando a laserterapia, denominada, Terapia fotodinâmica tem se mostrado eficiente na maioria dos casos.

03. Dores – A laserterapia tem conseguido resultados satisfatórios no tratamento de algias crônicas

04. Drenagem linfática – A laserterapia além de proporcionar os benefícios da drenagem manual, ao irradiar o corpo, reduz o edema e restabelece a saúde das células

05. Cicatrizes – A laserterapia trabalha no reparo das incisões cirúrgicas e a melhora é visivel. O excelente aspecto estético é uma herança incondicional desta terapia. Fatos notoriamente observados nos casos de queimaduras.

06. Manchas e Olheiras – Uma técnica denominada Blue&Red, onde se utiliza as fontes de laser de cores azul e vermelha, tem despigmentado melanoses solares e olheiras.

07. Enxaqueca – O tratamento da enxaqueca tensional tem ótimo e prolongado resultado com a laserterapia, considerando seu poder relaxante, antiinflamatório, analgésico e fotomodelador celular.

08. Sinusites e Rinites – A laserterapia tem demonstrado eficácia também em sinusites agudas e crônicas, rinites, sob três efeitos terapêuticos do laser, o antiinflamatório, o fotobiomodulador e o imunológico.

09. Acnes – A eficácia no tratamento da acne com a laserterapia sem administração de nenhum medicamento, a acne pode ser tratada pela laserterapia na eliminação das bactérias, na cicatrização das feridas, na remoção das manchas e na produção de colágeno nas seqüelas dermatológicas inestéticas

10. Onicomicose (micoses) – A terapia fotodinâmica além da eficiência no combate de inúmeros microorganismos responsáveis por diversas patologias como a micose de unha (onicomicose), não induz a resistência microbiana, comuns quando se utiliza fármacos.

11. Necrose – Muitos fatores que desencadeiam necrose dos tecidos, são compensados com a radiação a laser. A técnica é segura, natural e exaustivamente pesquisada nos grandes centros universitários.

12. Feridas – A laserterpia tem ganhado um espaço considerável no tratamento das feridas em pés diabéticos. Esta terapia resolve casos de feridas indolentes que persistem há anos não respondendo aos tratamentos convencionais.

laser

Link permanente para este artigo: http://eccofibras.com.br/blog/laserterapia-fototerapia-baixa-potencia/

Posts mais antigos «

» Posts mais novos